Youtube

Blogger templates

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Acne


Boa tarde minhas moranguinhas, hoje venho falar-vos de um "amigo" que não me abandona desde os 12 anos e aposto que muitas de vocês também o conhecem.

Pois é, desde a minha pré-adolescência que sempre tive imensas borbulhas e apesar de ter usado muitos produtos diferentes, elas nunca desapareciam. Podiam secar algumas mas vinham logo as amigas atrás. 

Após falar com meu médico, ele decidiu, que deveria começar a usar a pílula, tinha na altura 15 anos. Foi remédio santo, ao fim de 6 meses já quase que não tinha borbulhas, ao fim de um ano a minha pele estava completamente limpa.

Correu tudo bem, mas há dois anos criei uma relação alérgica às pílulas, e vomitava sempre que tomava. Usei várias diferentes e também outros métodos mas continuava com os mesmos sintomas. Depois a ginecologista decidiu que devia parar de tomar contraceptivos e foi o que eu fiz. 

Passado um ano, a minha pele estava novamente com muito acne. Experimentei novamente muitos produtos mas não resultavam, desisti de tentar e fiz o que deveria ter feito desde o início, fui a dermatologista e ela disse que tinha uma infecção, que podia ter usado o melhor creme do mundo que não ia resultar, pois o principal problema é interno.

Tomei antibiótico durante 4 meses, utilizei novos produtos de limpeza de pele e outros cremes e melhorei bastante.

Após nova consulta, a infecção já tinha desaparecido, agora novos cremes para reduzir as marcas.

Concluindo, se tiverem um acne que não desaparece, se tiverem borbulhas no peito e costas consultem um dermatologista. A nossa pele é o nosso maior órgão e como tal deve ser muito bem tratada. 

Qualquer dúvida deixem nos comentários. ;)

Beijinhos.


quinta-feira, 3 de julho de 2014

Quanto mais conheço as pessoas, mais gosto dos animais



Há situações que marcam o nosso dia e hoje tive uma delas.
Hoje, a caminho do emprego, vi um cão, de porte pequeno, a correr na berma de uma autoestrada. 
Fiquei logo aflita e a minha primeira reacção, mesmo sabendo que e' perigoso, foi encostar na berma, saí do carro e tentei que ele viesse ter comigo. Como estava tão assustado, ficou parado a olhar para mim, mas quando me aproximei, desatou a correr na direção oposta.
Infelizmente não pude fazer mais nada.

O que me entristece e' que as pessoas abandona os companheiros de vida sem passarem duas vezes.
Tenho pena de quem não tem o prazer de ter um animal de estimação, de não saberem o que e' acordar com muitos beijinhos, de ter alguém a correr na nossa direção quando chegamos a casa, de estarmos tristes e n ser preciso dizer nada porque já temos alguém deitado no nosso colo, nos ombros ou até mesmo no nosso pescoço. E em troca só querem atenção e miminho. 

Só peço às pessoas que não sabem ter um animal de estimação para não comprarem, pois em bebés são todos bonitos, mas depois também crescem... :(